Textos
Título Categoria Data Leituras
CORDEL NA CANTORIA Cordel 12/06/11 220
DISCURSO - Efeitos da Palavra Poesias › Dedicatórias 08/08/09 220
RESPEITE MINHA HUMILDADE QUE EU ZELO SUA ARROGÂNCIA. Cordel 12/07/08 215
DEPOIS DA MORTE DO DIA (continuação) Poesias › Recordações 23/08/10 204
ORIGENS DE UM VERSO Cordel 18/07/08 201
O TOURO DA TIMBAÚBA Poesias › Recordações 30/06/13 192
ISTO É SERTÃO OU NÃO É? Poesias › Regionais 17/07/08 192
AS COISINHAS DO SERTÃO Poesias › Regionais 16/07/08 192
CANTORIA SEM GILBERTO (homenagem) Poesias › Saudade 22/09/08 189
POLÍTICO JÁ MENTIU TANTO QUE O BOM MATUTO APRENDEU. Cordel 22/07/08 189
O SOL AVISTA ABISMADO A SERRA MOSTRANDO OS SEIOS Poesias › Bucólicas 22/10/08 180
MEMÓRIAS DE UMA PROFESSORA Poesias › Comemorativas 17/07/10 176
DEPOIS DA MORTE DO DIA ( primeira parte) Poesias › Recordações 23/08/10 175
CADA ELEITOR, UM PALHAÇO, SEM TRAJE E SEM PICADEIRO, Cordel 16/06/11 167
HOMENAGEM A ELÓI TESLES DE MORAIS - O sertão amanhece com saudade de quem tanto pregou o seu refrão Homenagens 21/04/13 166
POR DENTRO DA CANTORIA Poesias › Social 07/06/12 163
QUEM NÃO VESTE A CAMISA DA HUMILDADE QUEIMA A PELE NO SOL DA PREPOTÊNCIA Homenagens 26/11/11 162
NÃO DESENHE A NATUREZA COM SANGUE DOS ANIMAIS Cordel 16/07/08 156
A CULTURA CONCEITUADA EM DECASSÍLABO Poesias › Tradicionalista 26/07/08 145
NA REDE DA CONSCIÊNCIA COVARDE NÃO DORME NELA Poesias › Social 31/08/10 143
Página 4 de 7 1 2 3 4 5 6 7 «anterior próxima»