Meu Diário
10/11/2012 16h52
Poeta recebe homenagem do Rotary Club

       O Rotary Club de Juazeiro do Norte, no dia 06/11/2012, na sua sede local, prestou valiosa homenagem aos poetas caririenses, fazendo-o na pessoa de Pedro Ernesto Filho. Agradecendo a honraria, inclusive em nome de outras classes homenageadas, o poeta manifestou-se através do mote decassílabo que segue, do qual se puderam resgatar algumas estrofes.

 

HOJE O ROTARY NOS PRESTA UMA HOMENAGEM

INSPIRADO NO DOM DA PROFISSÃO.

 

Rotary Clube cumprindo seu papel

de status e visão socialista

lembra o médico, o agrônomo e o dentista,

professor, missão digna e tão fiel,

até mesmo o poeta de cordel

recebeu merecida exaltação,

em um clima festivo e de emoção

onde o clube aveluda a sua imagem

- Hoje o Rotary nos presta uma homenagem

inspirado no dom da profissão.

 

Hoje aqui eu recebo uma comenda

título ao qual eu não sei se faço jus,

mas poeta é um homem de Jesus

e a poesia é deveras sua prenda,

ser poeta é buscar em uma lenda

o que outros não fazem absorção,

é sentir e guardar no coração

quando Deus diz ao mundo uma mensagem  

- Hoje o Rotary nos presta uma homenagem

inspirado no dom da profissão.

 

Ser poeta é sorrir por ser feliz,

viajar por um mundo diferente,

extrair da virtude o seu repente e

repassar para o povo o que Deus Diz,

modular no destino os seus perfis

e de um nada arrancar inspiração,

conservar o pendor de cidadão e

ser da sorte erudita um personagem

- Hoje o Rotary nos presta uma homenagem

inspirado no dom da profissão.

 

Ao Rotary emprestamos nosso amor

pelo gesto fiel, puro e autônomo,

por lembrar o prestígio do agrônomo,

do dentista, do médico e professor,

do modesto poeta e escritor

que com todos divide a saudação

demonstrando que a sua inspiração

é um elo entre a alma e a linguagem

- Hoje o Rotary nos presta uma homenagem

inspirado no dom da profissão.

 

 

 


Publicado por Pedro Ernesto Filho em 10/11/2012 às 16h52
 
29/09/2012 14h28
Homenagem ao Grupo São Geraldo

Foto: Pedro Ernesto (autor) ao lado do representante do Grupo São Geraldo, Chagas Alencar.

 

SÃO GERALDO É UM SANTO ITALIANO
MAS SEU NOME DEU CERTO EM JUAZEIRO

 


                        No dia 27 de setembro de 2012, o ICVC - Instituto Cultural do Vale Caririense completou 38 anos de existência. Na solenidade de comemoração ocorrida naquela noite, no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte-CE, o órgão aniversariante prestou relevante homenagem aos 100 anos do escritor Jorge Amado, aos 100 anos do cantor Luís Gonzaga e também à empreza Cajuína São Geraldo Ltda, pelos seus relevantes serviços prestados na região. Para saudar a empresa homenageada o ICVC escolheu o sócio Pedro Ernesto Filho, que pretendeu fazê-lo de forma diferenciada, concluindo seu discurso com o mote que segue. É um decassílabo ajustado às regras da rima e da metrificação.    


Era Itália de fato o seu país,
na cidade de Muro ele nasceu,
por aqui o seu nome apareceu
soletrado por índios Cariris,
uma ideia jorrou, brilhou e quis
transformar o seu nome em um letreiro
para ser de uma empresa o padroeiro
inspirado no dom do Soberano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Deu o nome à Empresa São Geraldo
no meado da década de setenta,
entre os anos de trinta e de quarenta
a ideia já dava o seu respaldo,
o silêncio previa o grande saldo
da semente plantada em seu canteiro,
semeada na terra do romeiro
irrigada por Cícero e Frei Bozzano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Agregando a palavra cajuína
a razão social se abasteceu,
com visão de futuro ela cresceu
com coragem, esperança e disciplina,
como a própria estrutura determina,
investindo otimismo em seu roteiro,
horizontes se abrindo o tempo inteiro e
qualidade é o seu cotidiano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Grandes nomes se guardam na memória,
Zé Geraldo da Cruz, quem deu início,
Zé Amâncio somou seu sacrifício e
com Francisco de Sousa fez história,
porém Dona Tarcila foi notória
agregando-se ao grupo pioneiro;
assumindo as ideias do primeiro,
quem não lembra Teófilo, o Luciano?
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Uma empresa instalada em nosso Estado
que mantém o sertão forte e feliz
por levar aos recantos do País
o sabor do folclore engarrafado,
seu balanço anual é inspirado
em fator duradouro e alvissareiro,
muito mais matemático que o dinheiro
é, sem dúvida, o valor do ser humano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Tem ação de caráter ambiental
porque age com plano e atitude,
preservando o sistema de saúde
ao zelar pelo líquido mineral,
cajuína, o produto principal
destilada do fruto verdadeiro,
das ações sociais é uma parceiro
promovendo um evento todo ano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Além disto, produz com maestria
os sabores de coca, uva e laranja,
o perfil do mercado estuda e manja
com requintes de tecnologia;
lealdade, estratégia e cortesia
aveludam de lã seu travesseiro,
concorrentes só vem por derradeiro
pra sentir o sabor do desengano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Com trezentos e muitos servidores
essa empresa tem gestos de família,
em Recife, São Paulo e em Brasília,
tem agências de distribuidores,
Fortaleza congrega seus valores,
e Salvador, no estado cacaueiro,
todos fazem o repasse brasileiro
dos produtos do rol geraldiano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Fonte d,água jorrando em seu terreno
setecentos mil metros, sua área,
em ação sistemática e voluntária
desenvolve um labor árduo e sereno,
com temática voltada ao mais pequeno
contemplando mudança e picadeiro,
defendendo o seu quadro de obreiro
de assistência e saúde possui plano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Com visão de futuro e investimento
e uso próprio da tecnologia
confiou no mercado e hoje em dia
colhe os frutos do desenvolvimento,
reconhece o papel do equipamento
diferindo do homem o seu terreiro,
cumpre as leis que norteiam seu luzeiro
com costumes de sábio luterano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Já manteve consórcio no passado
com empresa de multinacional
que lhe deu um padrão primordial
de avanço intelecto no mercado,
foi o Crush por ela franqueado
do que inda o Nordeste sente o cheiro,
sinaliza adentrar no estrangeiro
sem dizer os detalhes do seu plano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Tem brilhante papel na romaria,
é um ponto turístico aos visitantes;
a quem vem, distribui refrigerantes
com fineza, capricho e cortesia;
porque ela critica e repudia
quem na vida despreza um companheiro
por faltar-lhe o prestígio de banqueiro,
esquecendo que tudo é mediano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.

Quem melhor conhecer a Cajuína
e contemplar a ações por cada ângulo
vá depressa ao bairro do Triângulo,
à direito, em um prédio da esquina,
lá se toma a bebida nordestina
a colhe dados da terra do romeiro,
e se ouvir um refrão cancioneiro
é Francisco em um show gonzaguiano
- São Geraldo é um santo italiano
mas seu nome deu certo em Juazeiro.



 


Publicado por Pedro Ernesto Filho em 29/09/2012 às 14h28
 
07/06/2012 08h48
Um novo livro sobre cantoria


                          

 



                 A cantoria na visão do autor

 

 



                 Em breve, o lançamento do novo livro de Pedro Ernesto. Trta-se de uma obra que versa sobre a cantoria nordestina. Compreende quatro capítulos, onde se fala da evolução da cantoria, dos principais gêneros e das regras como produzir versos. No livro também está incluído um bloco de poemas inéditos. O livro traz o título POR DENTRO DA CANTORIA. É só aguardar para ver.   

 


Publicado por Pedro Ernesto Filho em 07/06/2012 às 08h48
 
20/12/2011 22h51
Noite de cultura em Juazeiro do Norte

     MAIS UM LIVRO LANÇADO EM JUAZEIRO DO NORTE

                               Foi nesta noite de 20 de dezembro de 2011, com início às 19h30min, na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte-CE, a solenidade de lançamento do livro COLAR DE PÉROLAS de autoria do escritor Edvan Pires. Ao evento se fizeram presentes autoridades, escritores e intelectuais da região do Cariri. O livro é uma homenagem que o autor presta a sua família, composto de doze títulos, em linguagem de alto nível e de bom entendimento. De parabéns o autor e a sociedade juazeirense, pelo que a obra representa para a cultura regional. Na foto, Edivan Pires autografando o livro, Pedro Ernesto e o professor Hugo Rodrigues.    

 

 


Publicado por Pedro Ernesto Filho em 20/12/2011 às 22h51
 
10/07/2011 12h19
Espaço novo - Encontro de Egressos

 

      II ENCONTRO DE EGRESSOS   

            O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – Campus Crato realizou, em sua sede, no dia 09 de julho de 2011, o II Encontro de Egressos, reunindo grande número dos que passaram por aquela instituição de ensino. Antes era Colégio Agrícola do Crato, depois passou a ser chama do Escola Agrotécnica Federal do Crato e agora Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Crato. Ali compareceu o ex-aluno Pedro Ernesto Filho que compôs a mesa representando os egressos presentes.  Em seu depoimento, Pedro Ernesto disse da satisfação de ter passado por aquele estabelecimento, exibindo sua Carteira de Estudante daquela época, momento em que foi bastante aplaudido pelo auditório.      


Publicado por Pedro Ernesto Filho em 10/07/2011 às 12h19



Página 1 de 14 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]